PODEntender - Podcast de divulgação científica e muita fuleragem

Capa do episódio: News, PODEntender #043.

Episódio #043 - Ministro da Ciência e Pós-Graduação a Distância

| em News

Neste episódio de notícias do PODEntender Antônio Marinho (Tonho) e Carol Lacerda (10 dan do Kumon) comentam sobre dois ocorridos recentes muito importantes para o andamento da ciência no Brasil.

Na primeira parte é comentado sobre a entrevista do ministro Marcos Pontes ao Jornal da Ciência, onde comentou sobre os planos de sua Pasta para o ano de 2019. Seguido de matéria sobre a liberação de cursos de pós-graduação para a modalidade à distância. A seguir um pequeno resumo sobre o que foi comentado no episódio.

Ministério da Ciência quer aumentar participação do setor privado

O atual ministro da ciência e tecnologia, Marcos Pontes, foi recentemente entrevistado pelo Jornal da Ciência e esclareceu algumas de suas ambições para o ano de 2019. O Ministro quer ampliar o protagonismo da ciência na economia do país.

Pontes pontua que o ministério sofreu cortes durante os últimos anos que o levaram a um ponto em que se faz necessário recuperar a importância da ciência no Brasil. E é isso que pretende fazer durante o ano de 2019.

O ministro aponta a importância em aproximar o ministério da ciência e tecnologia com o da economia, e que pretende estabelecer um contato constante com o ministro Paulo Guedes. A intenção é de melhorar o orçamento para 2020 ao apresentar os resultados dos planos de 2019.

A comunicação constante com Paulo Guedes visa também recuperar os investimentos em pesquisa destinados ao CNPq, órgão essencial para o desenvolvimento de pesquisa básica no Brasil. O orçamento aprovado no ano passado não pode ser modificado pelo ministério da ciência, diz Pontes.

Através da aproximação do setor privado à pesquisa e desenvolvimento, o plano de Marcos Pontes é de elevar o investimento de 1,3% do PIB para 2%. Para ele as pesquisas que dão retorno financeiro irão atrair cada vez mais o investimento do setor privado na área.

O ministro também fala sobre a aproximação de seu ministério com o Ministério da Educação, através da qual pretende levar a ciência e tecnologia para as escolas de ensino fundamental e médio. A ideia é atrair mais jovens a seguir a carreira científica.

Capes regulamenta pós-graduação a distância

Desde o fim do ano passado (2018) a Capes aprovou a regulamentação do ensino de pós-graduação stricto sensu na modalidade a distância para instituições de ensino superior no Brasil.

O vice-presidente de operações de EAD da Estácio, Adriano Pistore, indica que a mudança é muito positiva, e que atualmente os alunos de pós-graduação já contam com uma autonomia muito grande e muitas vezes a distância.

A medida visa aumentar a oferta de cursos de mestrado e doutorado em regiões onde há carência em determinados tipos de curso. Tais cursos ainda assim requerem atividades presenciais como estágio obrigatório, seminários e pesquisa de campo.

Ainda em dezembro de 2018 o governo federal aumentou para 40% a carga horária a distância para graduações presenciais. A porcentagem anterior era de 20%. Essa medida pode aquecer o mercado de EAD e auxiliar na consolidação do ensino híbrido no Brasil.

Comentado neste episódio